Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu,

da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada
para o seu marido. Apocalipse 21.2 (NVI)

Últimos Vídeos Postados

Destaques

 
Os joelhos dobrados que oram PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.lpc.org.br   
Sáb, 23 de Agosto de 2014 23:33

homem-orando-a-deusNão se faz missões sem oração. O profeta Isaías retrata essa realidade de forma eloquente (Is 62.6,7). A oração precisa ser vigilante: “Sobre os muros, ó Jerusalém, pus guardas...”. A igreja precisa orar e vigiar; orar e manter os olhos abertos para ver o que está acontecendo à sua volta. A oração precisa ser, também, perseverante: “... que todo o dia e toda a noite jamais se calarão...”. Não basta ter entusiasmo para orar por um tempo e depois arrefecer o ânimo. Sem oração deixaremos brechas em nossa armadura. 

A oração ainda precisa ser fundamentada nas promessas de Deus: “.... vós, os que fareis lembrado o Senhor...”. Ora eficazmente aquele que ora segundo a vontade de Deus; e, ora segundo a vontade de Deus, aquele que ora estribado nas promessas de Deus. A oração precisa ser importuna para nós e para Deus: “... não descanseis, nem deis a ele descanso...”. 

Precisamos bombardear o céu com nossas orações e jamais esmorecer nessa luta. Na oração não lutamos contra o diabo; lutamos com Deus. Finalmente, a oração precisa ser objetiva: “... até que restabeleças Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra”. Devemos orar objetiva e perseverantemente, “até que”. A igreja precisa ser restaurada para ser agente de transformação no mundo.

 

Última atualização em Sáb, 23 de Agosto de 2014 23:36
 
Evangelho todo por toda a igreja PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.lpc.org.br   
Dom, 10 de Agosto de 2014 10:46

biblia-aberta‘"Entrementes, os que foram dispersos, iam por toda parte pregando o Evangelho’’  Atos 8.4

No pacto de Lausane, na Suíça, firmou-se uma agenda para a evangelização dos povos com o seguinte lema: “O propósito de Deus é o evangelho todo, por toda a igreja, em todo o mundo”. Cada pessoa chamada para o evangelho é uma pessoa enviada a pregar o evangelho. Cada convertido a Cristo é um missionário de Cristo. A igreja foi chamada do mundo, não para se isolar do mundo, mas para ser testemunha no mundo. A igreja é o sal da terra e não o sal do sal.

A igreja é a luz do mundo. O mundo jaz em trevas, mas as trevas não podem prevalecer contra a luz. A igreja é a agência do reino de Deus na terra para proclamar aos povos o evangelho da graça. Não podemos sonegar esse tesouro aos povos de todo o mundo. Não podemos subtrair parte da mensagem. Não temos o direito de mudar a mensagem. Somos servos da mensagem e não donos dela. 

Somos embaixadores e precisamos ser fiéis ao Soberano Deus que nos comissionou. O evangelho precisa ser pregado não apenas por alguns, mas por todos aqueles que foram transformados pelo poder do Espírito Santo. A igreja que não evangeliza precisa ser evangelizada.

 
Uma geração com Jesus PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.lpc.org.br   
Qua, 16 de Julho de 2014 16:30

1258179 hands above 4"Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!"  Sl 133.1

O choque de gerações é uma dramática realidade. Os pais não entendem os filhos e os filhos não escutam os pais. Cada geração tem uma cosmovisão diferente que precisa ser compreendida e respeitada. É preciso ter coragem para não negociar o inegociável e sensibilidade para negociar o negociável. Para resolver os conflitos é preciso buscar em Jesus a orientação para integrar, sem nunca entregar. Em Cristo somos uma geração de adoradores.

A unidade em Cristo move as pessoas a olharem com amor e simpatia para o próximo. Os mais jovens aprendem rápido, têm facilidade com os avanços da tecnologia e agilidade na execução das tarefas; enquanto os de mais idade possuem a experiência e o aprendizado adquiridos pelos anos. Assim, as gerações não se excluem, completam-se. Não deve existir dentro da igreja conflito de gerações. A igreja de Deus é uma família. É muito comum os idosos resistirem às mudanças e os jovens desvalorizarem a herança do passado.

Somos um só corpo e precisamos ser sensíveis à obra do Espírito, a fim de que ele opere as mudanças e transformações necessárias para que haja harmonia, união, comunhão, amor, perdão, alegria e paz dentro da família e da igreja. Assim, o mundo saberá que Cristo é o Senhor e crerá nele como o Filho de Deus.

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 28